Órgãos públicos participam de competição para reforçar economia de água

Desafio Pingo de Consciência — cada gota vale muito foi lançado nesta quinta-feira (24) com assinatura de portaria que mobiliza mais de 70 instituições da administração pública direta e indireta

 A proposta é estimular o consumo racional e consciente dos recursos hídricos por meio de uma disputa, explicou o chefe da Casa Civil, Sérgio Sampaio. “É uma competição saudável entre todos os órgãos para ver quem consegue fazer mais e melhor.”

Acompanhamento mensal ajuda DER na redução do consumo de água

 Autarquia controla o consumo de água por meio de gráficos e estimula redução permanente nos gastos

 A visão de um cenário hidrográfico ruim acionou o alerta necessário para o Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) iniciar uma campanha forte de uso consciente da água. A autarquia se antecipou ao “Desafio Pingo de Consciência” e vem reduzindo o consumo de água no órgão desde 2015, tornando-se mais um caso de sucesso neste sentido.

Desde então, o DER-DF trabalha para sensibilizar os trabalhadores por meio de campanhas internas, intensificando o controle sobre os registros de água e realizando vistorias em todas as instalações em busca de possíveis vazamentos.

Para gerenciar o uso de recursos hídricos da forma mais eficiente, o corpo gestor analisa mensalmente os índices de consumo da autarquia. O tema, Consumo de Água, é item fixo das reuniões semanais dos gestores locais.

Todo o esforço gerou uma redução de 47,16% do seu consumo entre novembro de 2016 e julho de 2017, em comparação ao mesmo período de 2015. Ao longo dos quase dois anos, o DER vem reduzindo gradativamente seu consumo de água, mantendo-se sempre acima do percentual estabelecido pelo Decreto nº 37.644 de 20 de setembro de 2016.

O Diretor-Geral, Henrique Luduvice, assegura que o departamento continuará trabalhando para a redução de desperdícios de recursos hídricos. Segundo ele, o objetivo é obter um cenário de redução de aproximadamente 40% em relação ao ano de 2015. “O DER está extremamente comprometido com a redução do consumo de água e demais recursos naturais que assegurem a manutenção de um meio ambiente sustentável”, asseverou o Diretor-Geral, Henrique Luduvice.