Jardim Botânico de Brasília adere à A3P – Agenda Ambiental na Administração Pública

O programa estimula eficiência na atividade pública pautada na preservação do meio ambiente

A partir do mês de Maio, o Jardim Botânico de Brasília inicia a implantação do Programa A3P – Agenda Ambiental na Administração Pública. Esse é o trabalho a ser realizado pela comissão do JBB, formada por cinco servidores e instituída pela Ordem de Serviço nº 12, de 17 de abril de 2018, publicada no Diário Oficial do Distrito Federal.

A comissão do JBB será responsável por um diagnóstico socioambiental, planejamento, execução e monitoramento de iniciativas, além de capacitação e sensibilização de servidores. O cronograma de implementação tem a duração de cinco anos.

A A3P foi criada em 2001 e, de lá para cá, vem sendo aprimorada e disseminada em todos os poderes e esferas da Administração. O principal objetivo é traçar eixos que direcionem ações de sustentabilidade, muitas vezes já executadas em órgãos públicos, mas de maneira dispersa.

Hoje, são seis os eixos temáticos:
– Uso dos recursos naturais;
– Qualidade de vida no ambiente de trabalho;
– Sensibilização dos servidores para a sustentabilidade;
– Compras sustentáveis;
– Construções sustentáveis;
– Gestão de resíduos sólidos.

O programa não é obrigatório e não prevê sanções aos órgãos que, ao aderirem, não executem, de fato, as recomendações. Entretanto, cada vez mais as instituições demonstram preocupação em aperfeiçoar atividades de rotina como coleta seletiva de lixo, redução do consumo de energia elétrica, água e papel, sempre com foco na eficiência e na sustentabilidade.